top of page

Nos juntamos com a turma de estudantes da 5ª série da professora Roseli Correia da Escola Municipal Adauto Lúcio Cardoso (EMALC) e o grupo de pesquisadoras do projeto Águas na Cidade do MOM - Escola de arquitetura UFMG para uma sessão de pintura às margens do Córrego do Capão.

 

Há 10 anos Roseli leva os estudantes da EMALC para aprender com o córrego. Desse projeto, junto do projeto Manuelzão, surgiu o Núcleo Capão, que se relaciona com outras organizações de ribeirinhos urbanos e trabalha na reconstrução da mata ciliar do córrego, promovendo também o uso comum das suas margens para fins coletivos. O Capão é afluente do córrego Vilarinho, na região de Venda Nova, tem 2,57 quilômetros de extensão, é contribuidor da Bacia do Ribeirão Isidoro, e atravessa os bairros Céu Azul, Lagoa, Piratininga e Flamengo.


 

21/10/2022

bottom of page